Após pagar fiança de R$1 mil, homem que furtou carrinho em loja é liberado

Reginaldo Silva de Paulo, 33 anos, vai responder o processo em liberdade após pagar fiança de R$1 mil, por ter tentado furtar um carrinho de controle remoto em uma loja de Anápolis.

O fato ocorreu na manhã da última quinta-feira (03) em uma loja situada no centro da cidade, câmeras de segurança do estabelecimento flagrou o momento em que Reginaldo coloca o carrinho de controle remoto que custa R$159 em uma bolsa. O dono da Loja disse que este não seria o primeiro furto praticado por ele no local, e que já o estavam monitorando.

A fiança foi estipulada devido o crime ser de menor potencial, e a pena em caso de condenação ser inferior a quatro anos.

Reginaldo foi preso no último dia 25 de agosto na companhia de um travesti tentando roubaria farmácia na avenida Mato Grosso em Anápolis.

3 comentários em “Após pagar fiança de R$1 mil, homem que furtou carrinho em loja é liberado

  • 4 de outubro de 2019 em 21:05
    Permalink

    ja e a segunda vez que ele tem cometer um crime ! E ainda e solto para tentar mas uma vez ! Talvez na terceira vez consiga matar um pai de família ou violentar uma criança!

    Resposta
  • 4 de outubro de 2019 em 21:05
    Permalink

    ja e a segunda vez que ele tem cometer um crime ! E ainda e solto para tentar mas uma vez ! Talvez na terceira vez consiga matar um pai de família ou violentar uma criança!

    Resposta
  • 7 de outubro de 2019 em 13:58
    Permalink

    A fiança foi estipulada devido o crime ser de menor potencial, e a pena em caso de condenação ser inferior a quatro anos.

    Erro
    Crime de menor potencial ofensivo pena de até no maximo dois anos
    e o delegado pode conceder fiança aos crimes de no maximo 4 anos
    logo, como furto simples vai de 1 a 4 anos o delegado pode conceder caso contrario somente o juiz.

    Resposta

Qual seu comentário a respeito disso?

O seu endereço de e-mail não será publicado.