Com clima de comoção e revolta, criança que morreu após ser atropelada em Anápolis é sepultada

Uma menina de 5 anos morreu atropelada por um caminhão enquanto brincava com um triciclo na rua de casa em Anápolis. O motorista, de 52 anos, segundo a Polícia Militar, foi preso em flagrante por estar bêbado.

O acidente aconteceu neste sábado (12), Dia das Crianças, quando Bárbara Elisa Pereira Miranda, brincava com os dois irmãos de 6 e 8 anos, no Parque Residencial das Flores.

O motorista, segundo a PM, apresentou sinais de embriaguez e foi submetido a um teste que comprovou que ele tinha ingerido bebida alcoólica. O homem foi levado à Central de Flagrantes de Anápolis. Na tarde deste domingo, o G1 não conseguiu saber se o homem permanece preso e se apresentou advogado.

À PM, o motorista teria contado que ouviu um barulho e freou o caminhão.

A menina ainda chegou a ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) a um hospital de Anápolis, mas devido à gravidade dos ferimentos, uma fratura exposta na bacia, foi tentada a transferência dela para Goiânia. Ela morreu ainda no caminho.

Bárbara foi sepultada na tarde deste domingo no Cemitério São Miguel, em um clima de muita emoção e revolta.

“Uma dor tremenda. A informação que a gente tem é que o motorista está preso e a gente quer que ele permaneça na cadeia. Ele quis fugir do local do acidente”, falou o avô da menina, Sandro Marcelo Alves.

O caso agora será acompanhado pela Delegacia de Investigação de Crimes de Trânsito (Dict), em Anápolis.

5 comentários em “Com clima de comoção e revolta, criança que morreu após ser atropelada em Anápolis é sepultada

  • 13 de outubro de 2019 em 21:18
    Permalink

    Muito revoltante!
    Que Deus dê forças à essa família! 👐👐👐👐

    Resposta
  • 13 de outubro de 2019 em 21:34
    Permalink

    Esse monstro tem que ficar na cadeia até morrer la dentro,aff😲

    Resposta
  • 13 de outubro de 2019 em 21:40
    Permalink

    Não quero nem pensar na dor dessa família, principalmente da mãe dessa criança. Que Deus abençoe e seja o bálsamo para curar a dor dessa mãe.

    Resposta
  • 16 de outubro de 2019 em 03:45
    Permalink

    Me pergunto,cadê a mãe ? Que não viu um caminhão se aproximar da filha ainda tão pequena ?
    Nossa o motorista errou e tem que pagar,mas e essa mãe,como vai ser agora com esse sentimento de culpa,de impotência, que relapsa

    Resposta
  • 18 de outubro de 2019 em 18:33
    Permalink

    Esse monstro tem que ficar preso o resto da vida!!! Sofrer como ela sofreu!!!

    Resposta

Qual seu comentário a respeito disso?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *