Embarque do PSL na gestão de Roberto Naves é um avanço para a cidade de Anápolis

O Partido Social Liberal (PSL), do presidente Jair Bolsonaro, deve assumir a Secretaria Municipal de Segurança Pública em Anápolis, pasta que está sendo criada pelo prefeito Roberto Naves nos próximos dias para fazer a gestão da guarda municipal e guarda civil, cujo projeto já está pronto para ser votado na Câmara Municipal. Esta é uma promessa de campanha do prefeito muito aguardada pela população e o PSL foi o partido escolhido para cuidar deste projeto. Quem deve assumir a pasta é o delegado Humberto Evangelista, delegado aposentado da Polícia Federal, com grande experiência na área de segurança pública, tendo participado de várias operações importantes, inclusive a Lava Jato.

A divulgação por parte do delegado Humberto onde ele relata que aceitou o convite do Prefeito para este desafio foi recebida com divergências dentro do próprio partido e enfraquece muito a figura do presidente interino Edson Tavares, que se colocou contra a nomeação de Humberto. Porém, segundo o próprio delegado, a executiva nacional e estadual estariam de acordo com o seu ingresso na gestão municipal. Além disso, mesmo com a discordância do presidente interino, o restante da executiva municipal também deu aval no projeto.

Com o embarque do PSL na gestão de Roberto Naves, quem ganha é a cidade de Anápolis. O partido de Bolsonaro se tornou de grande relevância no cenário nacional e contém excelentes nomes capazes de assumir quaisquer funções dentro da administração municipal.

Qual seu comentário a respeito disso?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *