Menino de 6 anos fatura R$ 37 milhões por ano avaliando brinquedos no You Tube

Quando a maioria das pessoas pensa nas celebridades infantis de seu tempo, provavelmente pensa em atores de filmes infantis. Para as crianças nos dias de hoje, no entanto, algumas das maiores estrelas não vêm desse mundo, mas do YouTube.

Esse é o caso de um menino de seis anos dos Estados Unidos, chamado Ryan, que brinca em frente às câmeras “avaliando” novos brinquedos e hipnotiza milhões de crianças em todo o mundo.

Desde os três anos de idade, os pais de Ryan fazem vídeos dele abrindo brinquedos novos e brincando com eles e alimentam o canal “Ryan ToysReview”. O sobrenome de Ryan e seu lugar de residência são um segredo bem guardado e não sem razão.

Conheça o “trabalho” de Ryan em um de seus vídeos

Ele tornou-se um multi-milionário, de acordo com a lista Just-Out, com os empresários mais bem pagos do YouTube, publicada pela revista Forbes.

Ele ficou na oitava posição, com uma receita de US$ 11 milhões (R$ 37 milhões) antes de taxas de administração e impostos, obtida entre 1.º de junho de 2016 e 1.º de junho de 2017. Para alguns de seus fãs mais novos, Ryan não é apenas um estranho na internet. Ele é seu amigo.

Combinadas, as dez estrelas mais bem pagas do You Tube ganharam US$ 127 milhões em 2017, um aumento de 80% em relação ao ano passado. De acordo com a Forbes, esse aumento veio graças a dólares publicitários ligados a uma onda de visualizações. No caso de “Ryan ToysReview”, foram 8 bilhões de visualizações, segundo a Forbes.

Tudo começou com um vídeo de 15 minutos sobre um conjunto de trens Lego. Nessa época, Ryan tinha três anos idade e mal dava opiniões sobre os brinquedos. Quando sua família começou a gravar e publicar os vídeos em março de 2015, o jovem de 3 anos mal teve opiniões, e muito menos as críticas, de acordo com um perfil de Ryan in Verge. Em seu primeiro vídeo, ele simplesmente abriu uma caixa Lego, montou os blocos e jogou com eles.

Segundo mãe de Ryan, que não quer se identificar, Ryan, à época, Ryan estava assistindo muitos canais de abertura de presentes. “Um dia, ele me perguntou: ‘Como eu não estou no YouTube quando todas as outras crianças estão?’Então, decidimos que, sim, podíamos fazer isso. Então, nós o levamos para a loja para obter seu primeiro brinquedo – eu acho que era um conjunto de trens de Lego – e tudo começou a partir daí “, conta ela.

Logo o menino começou a brincar não com um, mas dois, dezenas de brinquedos de uma só vez. Em cerca de quatro meses seu canal explodiu. As visualizações começaram a dobrar a cada mês. Em janeiro de 2016, atingiu 1 milhão de assinantes. Um ano depois, tinha mais de 5 milhões. Agora, ele está em mais de 10 milhões de assinantes.

Em junho, o TubeFilter classificou “Ryan ToysReview” como o canal mais visualizado do YouTube nos EUA pela 40.ª semana seguida. Em setembro, o jogador da NBA, Kevin Durant, apareceu em um dos vídeos de Ryan realizando um experimento científico infantil.

O que está por trás do sucesso de Ryan

A popularidade de Ryan faz todo o sentido. Ele tem o trabalho dos sonhos de todos os pequenos: abrir brinquedos e brincar com eles, dia após dia. Ele sorri o tempo todo, não fala palavrões, entre tantas outras boas características.

Dos seus 30 vídeos mais populares, mais da metade inclui a palavra “surpresa” no título ou na descrição. E não há nenhuma avaliação aprofundada ou comparativa de brinquedos.

unboxing, termo inglês para os vídeos de abertura de produtos, refere-se a um dos gêneros mais estranhos e lucrativos de hoje no YouTube. Os vídeos são exatamente o que eles parecem ser: imagens de pessoas que abrem pacotes de itens rec

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2017/12/12/Economia/Imagens/Cortadas/ryan-ID000002-1200x800@GP-Web.jpgDos 30 vídeos mais populares de Ryan, mais da metade inclui a palavra “surpresa” no título ou na descrição. E ele mesmo não esconde a surpresa na hora de “descobrir” os brinquedos.Reprodução

ém-comprados, os últimos dispositivos da Apple, Chanel, Louis Vuitton, entre tantas outras possibilidades.

Cada vez que alguém clica em um vídeo de Ryan, sua família ganha dinheiro. Existem anúncios e links para anúncios em todo o lugar. E Ryan tem um impacto real.

“Se um produto obtiver dez milhões, vinte milhões de visualizações, e você vê que Ryan adora ou outras crianças adoram, tem um enorme impacto no varejo”, contou Jim Silver, CEO do site de avaliação “Toys, Tots, Pets and More”, ao site Verge quando Ryan ainda tinha 5 anos.

Qual seu comentário a respeito disso?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *