Mulher de Anápolis morre após ser atropelada na BR-060

Uma mulher identificada como Luzinete Muniz Rodrigues 48 anos morreu após ser atropelada no começo da madrugada de sábado (25) na BR-060 próximo ao Posto Pequi.

Segundo informações do Boletim de Ocorrência, Luzinete voltava de Goiânia com o marido, durante o caminho houve uma discussão, o homem conta que ela tentava a todo momento sair fora do veículo em movimento.

Foi então que ele teria parado o veículo no acostamento e Luzinete teria saído e escondido no meio do mato, o marido disse ainda que tentou encontrá -la mas a perdeu de vista, então resolveu chamar os filhos para ajudar a procura-la. Mas quando retornaram ficaram sabendo que houve um atropelamento, e que a vítima era Luzinte.

O motorista fugiu do local, ele ainda não foi identificado. Segundo informações Luzinete teria se jogado na frente do veículo, o caso deve ser investigado pela Delegacia Especializada em Investigações de Crimes de Trânsito (DICT).

Um comentário em “Mulher de Anápolis morre após ser atropelada na BR-060

  • 25 de maio de 2019 em 15:06
    Permalink

    O título da reportagem insinua que a culpa pela morte da vítima é do motorista que a atropelou, mas no decorrer da leitura vimos a saber que a mesma se jogou na frente de um veículo que causou a sua morte – trágico é evidente. Assim, a matéria faz a transferência do horrível evento ao motorista que certamente não teve culpa nesse caso. Diante do susto do condutor, do medo de uma possível retaliação e do fato em sí – o atropelamento – que socorro pode-se prestar à uma vítima de um atropelamento? Ficar quieto no local sem fazer nada e esperar por um processo judicial sendo inocente nesse caso?

    Resposta

Qual seu comentário a respeito disso?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *