Por descumprir novamente a Lei Eleitoral, Gomide perde 1 minuto e 21 segundos do seu último programa de TV

O ditado popular “pior do que tá não fica” não pode ser aplicado à reta final da campanha do candidato Antônio Gomide (PT). Na última semana deste segundo turno, uma série de decisões judiciais desfavoráveis têm dificultado ainda mais qualquer reação do petista nas pesquisas. E tudo isto causado pela própria campanha de Gomide, que insiste em usar seu tempo de televisão para atacar seu oponente, o atual prefeito e candidato Roberto Naves.

Depois de perder, nos últimos dois dias, quase todas as chamadas “pilulas”, inserções de 30 segundos que são veiculadas durante a programação normal da TV, agora o candidato petista terá 1 minuto e 21 segundos a menos no seu último programa eleitoral, que será exibido hoje, às 20h30 na TV Anhanguera (Globo). O programa final é considerado muito importante pelos estrategistas políticos das campanhas, pois é nele que o candidato tem a última oportunidade de pedir o voto do eleitor na TV, antes do dia da eleição. Gomide não poderá contar com 100% deste recurso. Uma mensagem do TRE deve aparecer por mais de 1 minuto na tela, no início do horário reservado ao PT.

Tags:
Por: Redacao, em 27 de novembro de 2020

Qual seu comentário a respeito disso?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *