Prefeito determina que secretários informem em até 72h atos de indisciplina de servidores municipais de Anápolis

Não é novidade pra ninguém que o prefeito Roberto Naves é “linha-dura” quando o assunto é trabalho. O que se comenta nos bastidores é que o prefeito trata a gestão da Prefeitura tal qual uma empresa privada no que diz respeito aos funcionários. Quem trabalha, fica! Quem não trabalha, sai! Pelo menos é o que se diz nos corredores do Centro Administrativo. Em várias entrevistas, o próprio prefeito já disse que não admite que ninguém ocupe o cargo de servidor municipal trabalhando menos do que a carga horária exigida. Recentemente, ele anunciou a instalação do ponto eletrônico para ajudar na fiscalização do cumprimento desta norma.

Agora, em nova publicação no Diário Oficial, o chefe do executivo determinou que todos os secretários municipais informem ao gabinete no prazo máximo de 72h quaisquer atos de indisciplina por parte dos servidores. Não cumprimento de horário, faltas excessivas, atestados frequentes, insubordinação, uso irregular de bem público, fraudes e quaisquer outras denúncias envolvendo qualquer servidor municipal, deve ser informado imediatamente ao gabinete do Prefeito.

O responsável por receber as demandas é o Assessor Especial de Ações Governamentais, Robson Torres, que terá a missão de colher as informações, apurando os fatos e dando sequência aos procedimentos internos. Para ele, esta é uma medida que visa proteger o erário público.

“Quem paga o nosso salário como servidores municipais é a população, e o mínimo que se espera é um trabalho com qualidade, compromisso e responsabilidade. A determinação do prefeito Roberto Naves é de que as Leis devem ser cumpridas por todos, sem excessão”, finalizou o assessor.

Qual seu comentário a respeito disso?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *