Suspeito de incendiar rádio em TO e fugir com corpo em chamas morre em hospital de Anápolis

Funcionário da Prefeitura de Alvorada, em Tocantins, Hélio Ribeiro Figueiredo Júnior morreu, na terça-feira (17), no Hospital de Queimaduras de Anápolis, a 55 km de Goiânia. A Polícia Civil investiga se o homem é um dos responsáveis por atear fogo à única emissora de rádio da cidade.

O caso aconteceu no último dia 5 de novembro. Imagens obtidas pela TV Anhanguera no Tocantins mostraram quando o autor do crime arromba a rádio, parece jogar combustível no local e, em seguida, há uma explosão. O homem ainda estava no local e sai com o corpo em chamas (assista abaixo).
Hélio sofreu as queimaduras e, inicialmente, foi internado no Hospital Regional de Gurupi, depois teve de ser transferido para a unidade de saúde goiana, dias antes de morrer.

O dono da rádio, Saulo Póvoa, informou ao G1 TO que estima um prejuízo de mais de R$ 90 mil com o incêndio. Aparelhos de ar-condicionado, transmissores e outros equipamentos, além de parte da estrutura da sala, foram queimados.

Tags:
Por: Redacao, em 18 de novembro de 2020

Qual seu comentário a respeito disso?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *