UEG desviou mais de 50% dos recursos do PRONATEC em 2018, diz CGE

De acordo com o documento, a UEG recebeu quase R$ 9 milhões do programa no ano passado, mas apenas metade desse valor teve o destino correto (estudantes e trabalhadores de baixa renda)

Divulgado na última segunda-feira (22/4), o relatório resultante da inspeção feita pela Controladoria-Geral do Estado de Goiás (CGE-GO) na Universidade Estadual de Goiás (UEG) revelou que a cúpula da instituição desviou 53,4% dos recursos federais do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, o Pronatec, só em 2018.

De acordo com o documento, a UEG recebeu quase R$ 9 milhões do programa no ano passado, mas apenas metade desse valor teve o destino correto (estudantes e trabalhadores de baixa renda). A outra metade foi gasta, de forma irregular, com apoio administrativo e membros do alto escalão da universidade.⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Conforme constatado pelos dados da CGE, a UEG recebeu R$ 8,99 milhões do Pronatec e utilizou R$ 8,65 milhões em despesas com pessoal. Desse total, R$ 4,8 milhões (53,4%) foram gastos com 248 pessoas do apoio administrativo, incluídos o reitor e membros da alta direção da Universidade; R$ 2,3 milhões (26,1%) pagos a 324 professores e R$ 1,4 milhão (16,5%) repassado a 4.192 alunos.⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Fonte: Diaonline

Qual seu comentário a respeito disso?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *