Vizinhos relatam que mulher mentiu que marido agredia criança de 5 anos em Anápolis

Uma matéria publicada anteriormente dizia que uma mulher moradora do bairro Recanto do Sol compareceu à Delegacia para registrar uma série de agressões do marido.

Segundo a matéria, uma Conselheira de Saúde precisou ir até uma unidade de saúde após uma denúncia que uma criança de 5 anos havia sido espancada pelo pai.

A mãe da criança mora no Maranhão, por isso quem cuida da criança é a madrasta que é casada com o pai da criança há 2 anos. A mulher contou ainda na Delegacia que tem um filho autista que seria abusado pelo marido.

Vizinhos dizem que mulher mentiu

Após a publicação da matéria, vizinhos do casal entraram em contato dizendo que a mulher mentiu, que na verdade era ela que agredia o enteado.

Segundo a versão dos vizinhos, o pai da criança trabalha durante o dia, e a criança fica aos cuidados da madrasta, que agredia a criança constantemente, fazia a criança inclusive comer fezes. Durante as agressões ela chegava a aumentar o volume do som.

O caso chegou a Delegacia após a madrasta levar a criança no postinho, por causa de um ferimento, uma vizinha falou para que ela levasse devido a gravidade.

Chegando na unidade de saúde logo perceberam que se tratava de maus-tratos, e com receio de ir presa ela teria inventado toda a história. Os vizinhos dizem não saber sobre o abuso sexual, mas em relação a agressão, era a madrasta que espancava a criança e não o marido.

Uma vizinha já havia denunciado os maus-tratos na Delegacia, mas a Polícia teria pedido alguma prova como uma filmagem.

São duas versões diferentes para o mesmo caso, os vizinhos contaram que estão dispostos a prestar depoimento relatando a verdadeira história. O caso deve ser esclarecido pela Delegacia de Proteção à criança e ao Adolescente (DPCA).

Qual seu comentário a respeito disso?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *