Grupos de notícias

Zap da prefeitura de Anápolis supera expectativas

Dez mil atendimentos entre ligações telefônicas, acesso aos grupos, solicitações, procedimentos e agendamentos. Esse é o balanço do primeiro mês de funcionamento do ZAP da Prefeitura que, a princípio, atende exclusivamente demandas da Secretaria Municipal de Saúde, referentes a consultas, exames e medicamentos. Entre solicitações, procedimentos e agendamentos os números levantados foram: 600 mamografias; três mil exames laboratoriais; 200 tomografias; 200 ressonâncias; 500 consultas oftalmológicas, 350 dermatológicas, 350 cardiológicas, mil ginecológicas, 800 ortopédicas e 800 pediátricas. Isso sem falar em duas mil radiografias e mil ultrassonografias. “Também tivemos 600 agendamentos por meio do Núcleo de Regulação Oncológica”, conta o diretor municipal de Regulação, Danianne Marinho. Tudo é feito por 50 servidores que passaram por treinamento para operação do sistema, o mesmo utilizado em toda a rede municipal de saúde, para atender a comunidade nas demandas, além de fornecer orientações e informações. “Trabalhamos em fase de testes antes do lançamento para capacitar os atendentes. O resultado é a satisfação do usuário com o novo serviço”, ressalta o diretor. O que antes demandava uma ida a um posto de saúde, ou até à própria Central de Regulação Ambulatorial, pode ser feito pelo meio de comunicação mais usual que existe, que é o WhatsApp. “Estamos utilizando a tecnologia para melhorar o atendimento à população e facilitar o seu acesso aos nossos serviços. O que queremos é a saúde cada vez mais humanizada”, destaca o secretário municipal de Saúde, Lucas Leite. Como funciona Acessar o ZAP da Prefeitura é bem simples. Basta entrar no link anapolis.go.gov.br/portal/zapdaprefeitura/ e participar de um dos grupos disponíveis. O sistema funciona das 7h às 19h de forma ininterrupta, de segunda a sexta-feira, em uma central instalada no Rápido do Bairro Jundiaí. Toda e qualquer solicitação de consultas especializadas como cardiologia, ginecologia, pediatria, neurologia, entre outras, além de exames, medicamentos e outras informações poderão ser feitas pelo sistema. Para acessar o serviço, o cidadão deve ter em mãos o cartão do Sistema Único de Saúde e o encaminhamento. O atendente vai verificar as vagas disponíveis e realizar o agendamento, mesmo daqueles que são referenciados para Goiânia, bem como verificar se o procedimento solicitado é realizado pelo SUS e orientar o paciente. “Em até 72 horas, o cidadão terá a resposta da sua solicitação, seja com o agendamento, com a inserção na regulação ou até mesmo para informar sobre qualquer situação que tenha dúvida”, explica o diretor Danianne Marinho.