Caiado propõe Lei Seca em bares de Goiás a partir das 22h

Em videoconferência com prefeitos, representantes do Judiciário, Legislativo e setores da sociedade, o governador Ronaldo Caiado (DEM) disse que é a favor da aplicação de lei seca em bares, restaurantes e similares de Goiás a partir das 22 horas, como forma de inibir aglomerações e conter a curva ascendente de casos e de óbitos por covid-19. O assunto está em discussão neste exato momento. Caiado propõe inclusive o uso de forças de segurança para garantir que a lei seca seja respeitada.

O governador lembra, entretanto, que cabe aos prefeitos – e não a ele – assinar decretos com este teor. “Quem dá alvará de funcionamento são as prefeituras”, disse Caiado. “O que for deliberado pela maioria é o que vou acolher.”

O secretário municipal de Saúde de Goiânia, Durval Ferreira Fonseca Pedroso, afirma que concorda com o governador. “Precisa ser feita uma avaliação de permanência da abertura dos bares. Contudo, mais importante do que estabelecer uma diretriz é a fiscalizá-la”.

O prefeito de Anápolis, Roberto Naves (PP), disse que na próxima quinta-feira (28) vai anunciar se pretende seguir a linha sugerida pelo governo. Antes, porém, ele afirma que vai pensar em caminhos para evitar que comerciantes fiquem com o estoque abarrotado e sejam impedidos de vender. Roberto diz também que há de se considerar o fato de que os empresários enfrentam dificuldades e que o auxílio emergencial foi extinto pelo governo federal.

Matéria do Mais Goiás

Por: Redacao, em 25 de janeiro de 2021

Um comentário em “Caiado propõe Lei Seca em bares de Goiás a partir das 22h

  • 25 de janeiro de 2021 em 18:07
    Permalink

    Esse caiado e uma piada queria que ele fosse comerciante pra sentir na pele…falta de respeito

Qual seu comentário a respeito disso?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *