Disputa em família pelo comando do PT em Goiás

O deputado estadual Antônio Gomide está de olho no comando do PT em Goiás. Prefere que seu nome seja um consenso dentro do partido, mas já sinalizou que, se preciso, vai para a disputa. Poderá mesmo. A atual presidente, professora Kátia Maria, tem sinalizado que deve disputar uma reeleição. Detalhe: ela é braço direito do deputado federal Rubens Otoni, irmão de Gomide.

A provável disputa na família pelo comando do PT em Goiás tem a eleição para prefeito de Anápolis (em 2020) e a eleição para deputado federal (em 2022) como pano de fundo. Ex-prefeito da cidade, Gomide não decidiu se vai para a disputa municipal contra o prefeito Roberto Naves (PTB), que construiu uma ampla base de apoio na cidade. Tudo dependerá de pesquisas eleitorais. O comando estadual do PT, no entanto, dará ao deputado estadual maior poder de negociação para as alianças em 2020.

Caso Gomide decida não disputar a eleição de prefeito no próximo ano, é provável que comece a estruturar uma candidatura para deputado federal. Novamente, ter o comando estadual do partido ajuda (e muito) neste projeto. O problema é que dificilmente o PT conseguirá eleger mais de um deputado federal por Goiás. Portanto, os planos de Gomide podem ameaçar uma reeleição do seu irmão Otoni em 2022.

Fonte: Mais Goiás

Qual seu comentário a respeito disso?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *