Nome escrito com sangue ajudou a prender homem que matou grávida em Anápolis

A Polícia Militar conseguiu prender nesta madrugada o homem que matou uma mulher grávida na rua Nova Olinda no bairro Alexandrina em Anápolis.

Luciene Maria de Souza 37 anos, que estava grávida de 6 meses foi morta com um corte no pescoço.

Antes de morrer Luciene conseguiu escrever o nome do suposto autor, Marcondes com o próprio sangue.

Marcondes Francisco Rufino 31 anos, foi localizado pela Polícia Militar, ele estava sob efeito de drogas, e apresentava ferimentos no pescoço.

Ele foi autuado por homicídio, e encaminhado para o Centro de Inserção Social Monsenhor Luiz llc.

Qual seu comentário a respeito disso?

O seu endereço de e-mail não será publicado.